Estado

Creche de Cianorte isola salas de aula após alunos contraírem meningite

| 12/04/2018 - 21:00

Salas de aula de um creche de Cianorte, no noroeste do Paraná, foram isoladas após três alunos contraírem meningite. A doença foi confirmada em um bebê de onze meses, que está internado em um hospital da cidade, e em irmãos gêmeos, de 4 anos, que ficaram 20 dias afastados da escola.
Além destes casos, mais uma pessoa contraiu a doença na cidade este ano.
“Por ser um bebê, demorou um pouco para descobrir o diagnóstico. Ele foi levado para um hospital de Maringá, ficou internado na UTI, e agora está internado novamente em Cianorte em observação”, explicou a diretora da creche Elaine de Oliveira Corsi.
Elaine ressaltou que quando o bebê começou a frequentar o centro de educação infantil, os irmãos gêmeos já estavam afastados das aulas devido à doença.
Depois da confirmação da doença, a direção higienizou e isolou por quatro dias duas salas de aula - onde as crianças estudavam - e informou sobre os casos aos pais de todos os alunos. As aulas não foram suspensas.
As crianças também passaram a higienizar as mãos com mais frequência.
Número de casos
De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, em 2018, o Paraná teve 195 casos confirmados e 24 pessoas morreram após contraírem a doença.
Nos três primeiros meses de 2018, a Regional de Saúde de Cianorte registra quatro casos da doença e dez notificações.
“Tivemos um caso confirmado por meningite viral, dois casos de meningite bacteriana não identificada, e um caso de meningite bacteriana por pneumococo. Essa última é o caso mais grave”, detalhou a diretora da Regional de Saúde, Adriana Gonçalves Guimarães.
A Regional de Saúde de Paranavaí tem sete casos da doença confirmados e a região de Umuarama tem quatro. Não há registros de mortes por meningite na região noroeste do estado.
Importância da imunização
A diretora da Regional de Cianorte lembra que a imunização contra a meningite está no calendário de vacinação da rede pública de saúde.
O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza as vacinas Meningo C, aplicada aos três e seis meses de vida e um ano de idade, a Pneumo 10, aplicada aos dois e quatro meses de vida e um ano de idade. As vacinas Pentavalente e BCG também protegem contra a doença.
Além da vacinação, a Secretaria de Saúde ressalta que a doença pode ser prevenida evitando locais com grande aglomeração de pessoas, higienizando as mãos com frequência e mantendo ambientes limpos e arejados.
O que é a meningite
A meningite é uma inflamação de uma membrana que envolve o cérebro. Pode ser de causada por fungos, vírus ou bactérias. A bacteriana meningocócica é a mais grave e, se não for tratada, pode matar.
Entre os sintimas estão dor de cabeça, vômito, náuseas, rigidez na nuca e manchas vermelhas.
Fonte: G1
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Estado'

Serviços contrariam tendência nacional e crescem no Paraná

50 carros foram multados em uma semana de acampamento na PF

Com reajustes, Paraná já estaria acima do limite de gastos com pessoal

Temer nomeia novo diretor-geral da Usina de Itaipu

Creche de Cianorte isola salas de aula após alunos contraírem meningite

Milhares de curitibanos são bloqueados por fraude em transporte

Reconhecimento: pela primeira vez a PM está sob o comando de uma mulher

Ivonei Sfoggia é empossado para nova gestão como procurador-geral

Sai a primeira pesquisa IBOPE no Paraná

Paraná terá nova Identidade

Mais Destaques
"ultrapassamos os 13 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)