Cultura

Encontro reunirá fabricantes artesanais de instrumentos musicais

Fernando Baldi Braga | 07/02/2018 - 20:50

Encontro reunirá fabricantes artesanais de instrumentos musicais

O Ministério da Cultura, através da FUNARTE (Fundação Nacional das Artes), irá promover no mês que vem um encontro nacional com os profissionais que trabalham na confecção e no reparo de instrumentos musicais. A profissão artística que engloba a produção artesanal de instrumentos musicais de corda com caixa de ressonância é praticada aqui em Toledo, ao menos por três profissionais, que se dedicam a esse ofício. Trata-se de uma das profissões mais antigas, que exige muita dedicação, paciência e conhecimento técnico. Existem hoje, centenas de luthiers atuando no país, mas os primeiros profissionais que induziram a profissão no Brasil, vieram junto com a imigração de italianos e alemães, que aqui chegaram entre os séculos XVIII e XIX. E Toledo temos três desses profissionais: Goettens, que fabrica violões, Fernando Beal, que confecciona baixos, e Fernando Steffen, que se dedica à produção de baixos e guitarras.
O encontro a ser promovido pelo Ministério da Cultura será o terceiro organizado pelo Centro de Música da FUNARTE, por meio da Coordenação de Música de Concerto. Outros dois encontros sobre o tema foram realizados em 2017, no Rio de Janeiro. O primeiro, ocorrido em agosto, deu início ao mapeamento dos profissionais no estado. O segundo, realizado em dezembro, estendeu o mapeamento para luthiers de outras regiões.
“O primeiro encontro serviu para fazermos uma aproximação destes profissionais, um levantamento de suas dificuldades, desafios, e uma troca de experiências sobre o trabalho e exercício da profissão”, explica o coordenador de Música e Concerto da Funarte, José Duarte Miller Schiller. Já no segundo encontro, a Funarte apresentou um modelo de estatuto no qual os luthiers poderão se basear para criar a sua associação.
O luthier pode trabalhar de diversas maneiras e em vários locais, como em lojas de instrumentos musicais, assessorando os clientes; na realização de manutenções em fábricas de instrumentos; ou cuidando exclusivamente da construção ou reforma de instrumentos em suas próprias oficinas. Muitas vezes, os luthiers possuem clientes fixos como compositores e músicos, bandas militares, orquestras, filarmônicas e bandas convencionais.
De acordo com o Ministério da Cultura, a atividade é regulamentada no Brasil e dividida em duas funções: Reforma e Manutenção de Instrumentos; e Fabricação Artesanal. No país, são poucos os cursos para formação de luthiers, sendo destacados o Curso Técnico oferecido no Conservatório de Tatuí (SP) e o Curso Superior de Tecnologia em Lutheria da Universidade Federal do Paraná, que oferece anualmente 30 vagas por meio de vestibular.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Abertas inscrições para Dia Internacional da Animação

Oficina de Escrita Criativa

Toledo participa da 16ª Semana de Museus

Cidades paranaenses recebem cursos de capacitação do MinC

Público prestigia ‘Cão sem Plumas’ no Teatro Municipal

Alfredo Andersen ganha exposição em Foz do Iguaçu

MON inaugura a mostra “Paisagens Construídas”

Semana especial para o Museu Willy Barth

“Palavras do Paraná” percorre a região oeste

Circuito “Cultura Gera Futuro” chega ao Paraná

Mais Destaques

Cidade

Maior Conclave Leonístico do Sul do Brasil inicia dia 24

"ultrapassamos os 14 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)