AgroGazeta

Itaipu pretende dobrar número de produtores em programa de incentivo à agricultura orgânica

| 07/02/2018 - 20:45

Itaipu pretende dobrar número de produtores em programa de incentivo à agricultura orgânica

A Itaipu Binacional quer duplicar, nos próximos três anos, a sua atuação em benefício da produção orgânica e sustentável da região Oeste do Paraná. Atualmente, 1.600 produtores são conveniados ao Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável da Itaipu, que incentiva agricultores a converterem as propriedades para a produção orgânica com base agroecológica, sem a utilização de adubos químicos ou pesticidas. O objetivo é chegar a mais de três mil famílias.
A meta foi anunciada pelo diretor de Coordenação da empresa, o engenheiro agrônomo Newton Luiz Kaminski, nesta terça-feira (6), durante o lançamento do livro “Sistema de produção orgânica da soja”. A publicação tem apoio da binacional. O evento ocorreu na Vitrine Tecnológica de Agroecologia, instalada no Show Rural Coopavel 2018, em Cascavel.
“Desde 2011, a Itaipu mantém convênios com institutos de pesquisa para fortalecer a agricultura orgânica”, afirmou Kaminski. “Agora, queremos consolidar as pesquisas e o desenvolvimento de instituições voltadas à produção orgânica.”
Segundo o diretor, a Itaipu tem uma forte preocupação com a agricultura orgânica e levou ao Show Rural a sua experiência no assunto. Há 15 anos, a empresa tem participação atuante na Vitrine Tecnológica de Agroecologia e, agora, ela foi a financiadora do livro sobre a produção da soja orgânica.
A primeira tiragem do material, lançado nesta terça-feira, foi de mil impressões. O lote inicial será destinado aos agricultores e profissionais de campo da região. O objetivo é manter a publicação constantemente atualizada com as novas pesquisas sobre a produção da soja orgânica no Oeste do Paraná.
O livro é coordenado pelo pesquisador Sérgio Mazaro, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus Dois Vizinhos, e pelos agrônomos Marcio Challiol, Aljian Alban e Ivan Zorzzi. A publicação se baseia nos levantamentos de pesquisadores e extensionistas de diferentes instituições públicas e privadas.
“Atualmente, as pesquisas se voltam todas para a produção convencional da soja, por isso, este livro é de grande valia, porque ele foi escrito com uma linguagem acessível e de grande aplicação no campo”, resumiu o gerente agrícola da Gebana Brasil, Márcio Challiol, um dos autores do livro.
Espaço para o orgânico
Hoje, o Brasil tem cerca de 32 milhões de hectares de soja convencional, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), restando pouco espaço para a produção orgânica. Para Challiol, apesar deste cenário, é perfeitamente possível fazer a produção em larga escala de forma orgânica. “Nós já trabalhamos com produtores de dois a 600 hectares. As propriedades maiores demandam maior planejamento e um manejo da lavoura para que se consiga fazer a produção de forma orgânica. Mas a produção não fica atrás do que é produzido no modo convencional.”
De acordo com ele, durante as pesquisas, as propriedades rurais conseguiram atingir a produção de 70 sacos por hectare, considerada bastante elevada. “O agricultor vai ter que abrir mão do investimento mínimo e fazer um constante monitoramento de sua produção, utilizando as técnicas orgânicas, como ciclagem de nutrientes, rotação de cultura, cobertura vegetal e utilizando adubos orgânicos”, concluiu.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Máquinas no campo na região da Coamo

Cultivos de soja sendo abandonados na Argentina

Perdas na logística de grãos atingem déficit de mais de 2 bilhões de reais

México volta-se ao milho do Brasil

Biolabore leva curso a São José das Palmeiras

Frota dos Alimentos Coamo com nova plotagem é apresentado

Importações de fertilizantes pelo Brasil caem 25% em janeiro, diz Anda

Com Índia como principal mercado, Paraguai aumentou exportação de óleo de soja em 8,3%

Temer fala em avanços, um dia depois de desistir da reforma da Previdência

Farelo de soja do Brasil tem preços melhores no mercado internacional

Mais Destaques
"ultrapassamos os 13 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)