Política

Governo pede outro nome ao PTB para Ministério do Trabalho

| 06/02/2018 - 20:50

Governo pede outro nome ao PTB para Ministério do Trabalho

A avaliação, feita de maneira reservada por assessores e auxiliares presidenciais, é de que mesmo que consiga assumir a pasta, a deputada federal Cristiane Brasil continuará a causar desgaste ao presidente Michel Temer. O inquérito que a investiga por suspeita de associação ao tráfico de drogas durante a campanha eleitoral de 2010 foi remetido à Procuradoria-Geral da República, que dará prosseguimento a ele mesmo que o STF (Supremo Tribunal Federal) permita a posse da parlamentar.
Para a equipe presidencial, as críticas à filha de Jefferson, que antes eram restritas à esfera trabalhista, ganharam mais peso com a revelação da investigação, agravando o impacto político de uma nomeação da parlamentar sobre a imagem do presidente, cujo índice de rejeição já é alto. Em conversas reservadas, o emedebista tem reconhecido que a situação da deputada federal é difícil, mas pondera que a decisão deve partir do presidente nacional do PTB. Ele avalia que, às vésperas da votação da reforma previdenciária, não é o momento de melindrar um partido da base aliada.
“A indicação é do PTB. É o PTB que tem que, se for o caso, avaliar se quer ou não quer continuar”, disse o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. A aposta do entorno do presidente é de que Jefferson deve acabar cedendo e desistindo da indicação para evitar que a filha seja alvo de novas acusações, que poderão afetar a sua reeleição ao cargo na disputa deste ano. Se o PTB abrir mão da parlamentar, o principal cotado para a pasta é o deputado federal Alex Canziani (PTB-PR).
Fonte: Folhapress
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

PF cumpre sete mandados de prisão na 48ª fase Lava Jato; sede do governo do Paraná é alvo de busca

Brasil cai 17 posições em ranking global de corrupção

STF julgará em março validade do auxílio-moradia para juízes

Fachin nega pedido de liberdade e mantém Aldemir Bendine preso

Governo publica edital para formação de agentes comunitários em enfermagem

Comissões de trabalho apresentam atrações para feira Shopping 2018

Intervenção é correta, diz base aliada; oposição classifica de cortina de fumaça

Obras da BR-163 vão alterar trânsito nos trevos de acessos

Debate sobre reforma da Previdência na Câmara começa na terça-feira

Subsecretário diz que perdão de dívidas favorece sonegação fiscal

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)