Gente X Poder

O lixo do meio ambiente, sem fim, sem meio!

| 02/02/2018 - 20:40

Perdemos muito para Toledo – do presidente de Sindicato Rural de Cascavel
Na coluna do jornal Hoje de Cascavel, edição do dia 02, o jornalista transcreveu a fala do
presidente do Sindicato Rural Patronal de Cascavel, Paulo Orso: “Perdemos muito para
Toledo em valor bruto da produção agropecuária, é que Toledo é quase uma Europa, em
termos de estrutura”. Pode até ser no setor agro, por que na cidade...a coisa tá um lixo.
O lixo do meio ambiente, sem fim, sem meio!
Publicamos inúmeras matérias em 2017 sobre o descaso do lixo em Toledo. Em 2018, não
podemos esperar por melhoras, pois a falta de seriedade com o destino do lixo em nossa
cidade nos preocupa. Um dos maiores fatores é o descaso com tão importante e necessária
secretaria com fins de resoluções ambientais, que acabou virando uma moeda de troca,
abrigando pessoas de interesse político apenas. Em 12 meses já está sob o “comando” do
terceiro secretário (acomodação política) e com isso, nada anda, nada sai da gaveta e o que se
vê são decisões que mais prejudicam do que ajudam. Aí vem os secretários de “confiança” nas
suas primeiras reuniões dizendo que à partir de agora, tem que ser assim, assado e nem
sequer perguntam a quem realmente trabalha naquele órgão e o que eles precisam para
melhorar. Aí fica difícil!!
O lixo do meio ambiente, sem fim, sem meio!
E pensar que temos no quadro da prefeitura pessoas extremamente competentes e de carreira
para dar o bom caminho para a secretaria. Exemplo: Paulinho do Meio-ambiente, Flávio
Scherer, Gilberto Schmuleck entre outros.
O lixo do meio ambiente, sem fim, sem meio!
Esse jornal, a pedido de vários leitores, realizou na manha desse dia 01 de fevereiro um
passeio por algumas ruas de Toledo onde fotografamos inúmeros amontoados de lixos
recicláveis acumulados. A justificativa é de que o caminhão do lixo útil está “quebrado”. Então,
façamos duas perguntas: Uma cidade como Toledo, com 140 mil habitantes enfrenta
problemas por que um caminhão quebrou? E o carro reserva, a grana que veio foi para
comprar os trituradores de sofás? Bom, a segunda pergunta é um pouco mais cínica: Sei que a
promotoria pública irá fazer uma visita nesse final de semana ao nosso aterro para deliberar
sobre o aumento da área, mas, por que avisar da visita? Tem que ser sem aviso para não dar
tempo de “maquiagem” que sei que estão fazendo. Butinzinho que o diga! Largou todos os
trabalhos da cidade para isso.
O lixo do meio ambiente, sem fim, sem meio!
Bom, para encerrar esse lixo, digo, nojeira do lixo, vou reproduzir uma frase que ouvi de um
leitor nessa semana dentro de um gabinete do legislativo: “Se não conseguem administrar
um simples viveiro de passarinho, imagina o que vai sobrar em 4 anos da 9a cidade mais
importante em arrecadação de ICMS do Paraná”. Façam seus julgamentos. Isso é caso de
saúde pública que poderá ser de saída da vida pública.
União Nacional das Entidades de Comércio e Serviço repudia fim do parcelado lojista
A União Nacional das Entidades de Comércio e Serviço, Unecs repudia a proposta da Abecs
ao Banco Central em relação à criação de um Crediário para pôr fim ao parcelamento sem
juros feitos diretamente pelos lojistas. A entidade entende que o parcelamento é uma
importante ferramenta à disposição do empresário para definir suas estratégias de preço e
condições de pagamento. "Defendemos que a discussão sobre um assunto dessa relevância
não pode avançar sem envolvimento dos representantes do setor de comércio e serviços, em
especial daqueles que representam os pequenos e médios negócios. O parcelamento lojista
atualmente representa a melhor e mais batata forma de estimular o consumo", afirma o
presidente da UNECS, Paulo Solmucci.
Marketing digital é a aposta das lojas virtuais para os 14 feriados de 2018
O ano de 2018 será generoso em feriados: catorze; dez deles prolongados e "caindo" em dias
da semana, o que representa dezesseis dias a mais de folga, contando as possíveis 'emendas'.
Quem não gosta nenhum pouco dessa história são os lojistas virtuais. O fato de as pessoas
ficarem mais tempo ao ar livre e longe do computador provoca quedas nas vendas do setor.
Uma empresa de MKT digital que atende 17 dos 20 maiores e-commerces do país e outras 300
lojas virtuais estimam que cada feriado seja responsável por derrubar as vendas em até 9%
entre seus anunciantes, na comparação com dias normais. Já um estudo da Confederação
Nacional do Comércio, aponta que o prejuízo se estende também ao varejo físico e à indústria.
A entidade aponta que, no ano passado, por conta dos feriados, varejo e indústria deixaram de
lucrar R$ 22 bilhões e R$ 66 bilhões, respectivamente.
Marketing digital é a aposta das lojas virtuais para os 14 feriados de 2018
Mas existem maneiras de mudar esse cenário. "Utilizar cupons de desconto para uma seleção
de produtos, destacá-los na página inicial dos sites, fazer ações de frete grátis e produzir uma
peça temática para enviar à base de clientes são exemplos de medidas que podem ser
colocadas em prática para chamar atenção do cliente e incentivar o consumo", indicam mesmo
todas as redes sociais e os aceleradores como as mídias jornais.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Teto baixo ou teto ALTO?

EMDUR e seus números, que se confirmados ...

Agricultor que faz a diferença

Multas de trânsito aumentaram em 88% arrecadação ao município

Comentário do escritor toledano, Bruno Marcos Radunz em uma roda de amigos:

Toledo está perdendo empresas

R$ 3,5 trilhões orçado para 2018, R$ 68 milhões é o que ficará em investimentos. Aonde vai o restant

Hospital Regional - Audiência Pública ou apresentação pré eleição???

IPTU será engavetado?I

Vereador “ZÓIO” caiu no conto do vigário?

Mais Destaques

Política

PF cumpre sete mandados de prisão na 48ª fase Lava Jato; sede do governo do Paraná é alvo de busca

"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)