Esporte

Contrato do goleiro Santos com o furacão é prorrogado por mais uma temporada

| 12/01/2018 - 20:45

Contrato do goleiro Santos com o furacão é prorrogado por mais uma temporada

Revelado nas Categorias de Formação do Atlético Paranaense, o goleiro Santos teve seu vínculo com o Furacão estendido por mais um ano. O contrato do jogador, que ia até o final de 2018, foi prorrogado para 31 de dezembro de 2019.
Com 27 anos e natural de Campina Grande, na Paraíba, o goleiro chegou ao CAT Alfredo Gottardi em 2008. Sua estreia pela equipe profissional aconteceu em 2011. Desde então, Santos atuou em 58 partidas no Rubro-Negro.
“Essa renovação é muito importante. Poder estender o contrato em mais uma temporada é fundamental. Já são dez anos de casa. Tenho uma identificação e um carinho grande pelo Atlético. Fico feliz e espero continuar fazendo meu melhor”, destacou o goleiro.
Além do Campeonato Paranaense, o Furacão disputará em 2018 a Copa do Brasil, a Conmebol Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro. “Será um ano muito bom para todos. Acredito que com muito trabalho de toda a equipe, as coisas acontecerão naturalmente”, disse.
Na atual temporada, Santos disputa a vaga de titular da equipe com Léo, Rodolfo e Warleson. “Temos uma afinidade muito boa e isso será importante para o Clube, que só tem a ganhar. Essa disputa sadia fará com que todos cresçam e, que estiver melhor no momento, vai atuar e dar conta do recado”, concluiu Santos.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Esporte'

Toledo foi melhor e fez seu papel de vencer o “clássico da soja” em casa.

Domingo Toledo estreia com o clássico da soja

Vem aí a Etapa Rondonense do Regional de Cicloturismo

Com falha bizarra da defesa, Paraná Clube perde pro União na estreia no Paranaense

Presidentes destacam parceria entre Atlético Paranaense e Copacol

Vitória e classificação na Copa Santiago!

Prêmio Laureus divulga os indicados, e Chapecoense concorre em duas categorias

Atlético vence e segue para as oitavas de final da Copa São Paulo

Coxa luta até o fim, mas deixa a Copa SP

Revés na estreia da Copa Brasil de Futebol Infantil

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)