Artigos

O que os lacaios da reforma da previdência escondem

| 07/12/2017 - 21:00

“Ninguém mais duvida que o principal ofensor do déficit da previdência social reside no setor público.”
Um pequeno grupo de aposentados alheios ao Regime Geral da Previdência Social, vinculados ao Serviço Público dos Três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), constituindo uma minoria dentre aqueles que passaram para a inatividade, se trata justamente daquele grupo que “abocanha” a maior parte dos recursos de benefícios previdenciários já concedidos, recebendo aposentadorias milionárias.
O problema do “rombo” da previdência não reside na esfera privada, porém na pública, onde o tal “teto constitucional” (remuneração de Ministro do STF) não é respeitado.
Além disso, a imprensa noticia com frequência os escândalos de aposentadorias de agentes públicos corruptos, cuja “pena”, cujo “castigo”, é a aposentadoria antecipada com vencimentos integrais.
Paradoxalmente, a própria magistratura “colabora” com essas estatísticas, tentando esconder que no seu meio também existem corruptos. Mas assim ela está procedendo como o avestruz, que enfia a cabeça no buraco pensando que dessa maneira o seu predador não o verá.
Em vista da tramitação da reforma da previdência no Poder Legislativo Federal, o Governo está fazendo muita pressão e abrindo os seus cofres com muitos bilhões para comprar com verbas os parlamentares para aprovação dessas medidas.
Mas o que impressiona mesmo é o total silêncio do Governo e mesmo dos políticos quanto às irregularidades, ilegalidades e injustiças cometidas em relação aos que já conseguiram o benefício da aposentadoria, invariavelmente vinculadas ao Serviço Público.
Sérgio Alves de Oliveira
Advogado, sociólogo, pósgraduado em Sociologia PUC/RS, ex-advogado da antiga CRT, ex-advogado da Auxiliadora Predial S/A ex-Presidente da Fundação CRT e da Associação Gaúcha de Entidades Fechadas de Previdência Privada, Presidente do Partido da República Farroupilha PRF (sem registro).
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Artigos'

Lideranças de circo

Senhor, mostra-nos o caminho! Queremos te seguir!

De volta para o futuro

Reforma da Previdência e a mímica da dança das cadeiras

“Se queres, tens o poder de purificar-me. Eu quero, fica purificado”

Histórias para o futuro visto

Um PT agressivo e em guerra é o sonho dos extremistas de direita

Política e Eleições

Jesus proclamava a boa nova do Reino em todos os lugares

Toga não é capa de proteção

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)