Geral

Escola do Trabalhador disponibiliza mais três cursos

| 06/12/2017 - 21:20

Três novos cursos estão abertos à sociedade na Escola do Trabalhador: Análise de investimento, Comunicação escrita para o trabalho e Elaboração de folha de pagamento de empresas, todos no eixo de Gestão e Negócios. Os cursos são gratuitos e podem ser acessados de qualquer computador do Brasil no endereço http://escola.trabalho.gov.br. Não há pré-requisito para cursá-los nem escolaridade mínima exigida.
Segundo o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, o projeto, que ele chamou de “conhecimento sem fronteiras”, deve qualificar profissionalmente cerca de 6 milhões de pessoas em todo o país.
“Vivemos na era da revolução digital e estamos conectando o governo federal a essa realidade”.
Desde o lançamento, em 21 de novembro, a plataforma, desenvolvida em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), já registrou mais de 127 mil matrículas em todo Brasil.
Os cursos são formados por módulos de aproximadamente 40 horas cada; O número de módulos dependerá da necessidade de cada curso. Cada módulo estará disponível por dois meses, tempo estimado para a conclusão com tranquilidade de todas as atividades. Ao final de cada módulo, o trabalhador passará por uma avaliação que servirá como base para que ele receba o certificado de conclusão daquela fase. Ao concluir todas as etapas, ele será certificado pela UnB.
Ao todo serão disponibilizados 50 cursos, divididos por eixos temáticos, definidos a partir do estudo do mercado de trabalho levando em conta as áreas onde há maior necessidade desses profissionais e falta qualificação. Com base nos dados da Rais e do Caged, a universidade avaliará se os trabalhadores que se qualificaram pela
Escola do Trabalhador conseguirão se colocar no mercado de trabalho e se estão atuando na área em que se qualificaram pela plataforma.
OS 15 PRIMEIROS CURSOS DISPONÍVEIS SÃO:
1. Agenciamento de viagens
2. Criando um negócio de Sucesso
3. Higiene na indústria de alimentos
4. Introdução ao Excel
5. Português básico para o mundo do trabalho
6. Demonstrações contábeis e sua análise
7. Conhecendo o perfil do agente comunitário de saúde e seu processo
de trabalho
8. Fundamentos e processos de gestão de Recursos Humanos
9. Segurança da informação
10. Edição e tratamento de imagens
11. Inglês aplicado ao mundo do trabalho
12. Cuidando de pessoas idosas
13 - Análise de investimento
14 - Comunicação escrita para o trabalho
15 - Elaboração de folha de pagamento de empresas
Os demais cursos serão disponibilizados gradualmente até o fim de 2018, de acordo com os dados levantados nas pesquisas sobre as áreas de maior carência de qualificação.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Geral'

Ascensão de TI em medicina reflete em empresas do Oeste do Paraná

Dia Mundial da Justiça Social lembra 150 milhões de trabalhadores migrantes

Farelo de soja do Brasil tem preços melhores no mercado internacional

Importações de fertilizantes pelo Brasil caem 25% em janeiro, diz Anda

Com Índia como principal mercado, Paraguai aumentou exportação de óleo de soja em 8,3%

PTB desiste de indicação de Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho

Temer fala em avanços, um dia depois de desistir da reforma da Previdência

Dólar sobe e ronda R$3,25 com exterior e após governo desistir de Previdência

Tempo médio de desemprego no país já dura um ano e dois meses

Drama da maternidade nas cadeias choca às vésperas do STF julgar tema

Mais Destaques

Esporte

ABATOL recebeu cartão Passe Atleta

Gente X Poder

Teto baixo ou teto ALTO?

Economia

Mais de mil contribuintes que aderiram ao Novo Refis estão irregulares

Cultura

AMOP lança projeto cultural para 54 cidades da região

Cidade

Núcleo de Gastronomia se prepara para renovar selo de qualidade

AgroGazeta

Frota dos Alimentos Coamo com nova plotagem é apresentado

Regional

Projeto-piloto da Caciopar dá novo impulso a SPCs de cidades do Oeste

Variedades e Gente

Ação Social promove Almoço Italiano

"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)