Política

Novo portal do Congresso dá mais transparência à atuação do Parlamento

| 06/12/2017 - 20:50

O portal do Congresso Nacional foi reformulado para reunir num único local todas as informações sobre as matérias apreciadas conjuntamente pelo Senado e pela Câmara.
Entre as mudanças implementadas está a disponibilização das medidas provisórias, desde sua edição até a apreciação final em Plenário, inclusive em sua forma de Projeto de Lei de Conversão (PLV).
A seção de vetos conta com mais informações e o resultado das votações pode ser filtrado por unidade da Federação, partido e voto dos parlamentares.
Outra novidade é que as leis e os projetos de leis orçamentárias estão organizados por ano de referência, permitindo uma busca mais intuitiva. O novo leiaute da página foi construído para destacar as principais leis do ciclo orçamentário.
Uma singularidade do novo portal é que agora o cidadão tem acesso fácil ao prazo presidencial para sanção ou veto das matérias aprovadas no Legislativo.
A reformulação buscou melhorar a conexão e interação com um visual mais moderno, incluindo fluxogramas e menus. A navegação fácil e criativa garante aos cidadãos meios mais simplificados para acessar as informações das duas Casas sem a necessidade de entrar em outros sites.
FONTE: SENADO FEDERAL – DIVULGAÇÃO
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Fachin nega pedido de liberdade e mantém Aldemir Bendine preso

Governo publica edital para formação de agentes comunitários em enfermagem

Intervenção é correta, diz base aliada; oposição classifica de cortina de fumaça

Obras da BR-163 vão alterar trânsito nos trevos de acessos

Comissões de trabalho apresentam atrações para feira Shopping 2018

Debate sobre reforma da Previdência na Câmara começa na terça-feira

Subsecretário diz que perdão de dívidas favorece sonegação fiscal

Denúncia eleitoral contra Cristiane Brasil parou em 2010

Dep. da Rede vai pedir convocação de Segovia para explicar declarações sobre Temer

Candidatos poderão usar seu próprio dinheiro nas campanhas

Mais Destaques

Gente X Poder

Teto baixo ou teto ALTO?

Economia

Mais de mil contribuintes que aderiram ao Novo Refis estão irregulares

Esporte

ABATOL recebeu cartão Passe Atleta

Cidade

Núcleo de Gastronomia se prepara para renovar selo de qualidade

Cultura

AMOP lança projeto cultural para 54 cidades da região

Regional

Projeto-piloto da Caciopar dá novo impulso a SPCs de cidades do Oeste

Variedades e Gente

Ação Social promove Almoço Italiano

Geral

Cresce abertura de novas empresas no Brasil

"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)