Gente X Poder

Despreparados e acuados I

| 05/12/2017 - 18:30

Despreparados e acuados IV

A discussão sobre o projeto de Lei 162/17 que mexe com o FAPES- Fundo de Aposentadoria e Pensões de Toledo, visado pela administração para sanar dividas do município poderá não ser deferido. Ocorre que, em sua primeira apreciação ouve empate técnico em 9 votos, cabendo ao presidente Renato Reimann o desempate. Já na segunda votação prevista para a sessão ordinária do dia 04, segunda feira só foi definida na terça feira, 05 devido à suspensão da sessão motivado pela pressão dos servidores que lotaram a casa e que são contrários a proposta do município.
Despreparados e acuados II
Ocorre que, mais uma vez, os “possíveis” erros jurídicos na aprovação do projeto em sua segunda votação não venham prevalecer, pois já abriu discussão em outras esferas. A primeira entidade a protocolar REPRESENTAÇÃO junto ao Ministério Publico de Toledo, foi o Ser Toledo – Sindicato dos Servidores do Município que é totalmente contra o projeto de Lei nº162/17 e em sua justificativa ficou claro que; a câmara municipal, através de sua direção, presidência e jurídico infringiram vários artigos de seu regimento interno.
Despreparados e acuados III
Esse desrespeito a Lei que rege o pode Legislativo, poderá dar um dos maiores nocautes à administração por erros infantis, tanto lá, quanto cá. As violações dos artigos nº41 em todo seu inteiro teor além dos Artigos 181/182 e 184 é caso de Polícia também. Na análise do jurídico do Ser Toledo, ficou claro e pediu a intervenção do MP de Toledo na Câmara Municipal de Toledo. Então, ouve dois erros que por si só, já anula tudo, pois uma trata-se de matéria orçamentária, logo são necessários 2/3 dos votos, o que não houve e na primeira votação em que ouve empate 9 a 9 por si só já é anulável.
Despreparados e acuados IV
Durante as votações do projeto de Lei nº 162, três situações me chamou a atenção e preocupação:
Primeiro: Caso houvesse um tumulto (incidente) – por onde os presentes iriam evacuar a câmara Municipal de Toledo? Não existem portas de emergência, justamente na casa de Leis.
Segundo: A invasão dos presentes ao setor dos edis, com que garantia um dos “presentes na platéia” seriam de boa fé e estaria ali, para apenas protestar democraticamente sem colocar em risco a vida dos vereadores e servidores?
Terceiro: A proteção do Gabriel Baierle por parte do “MOSCA”, onde ele estava, o Mosca, sentava, não tirava suas patas. Bah...
Despreparados e acuados V
Bom, para encerrar, quero dizer que dentre os deveres e obrigações do presidente está a de manter a ordem, contudo, deve ter respeito para com seus pares e não tratá-los como serviçais de senhores feudais. Aliás, ouve momentos que o presidente mostrou-se com conduta totalmente desnecessária apesar de exercer a presidência pela segunda vez, não está preparado para o cargo e, principalmente, para a democracia. A frase mais dita “ Não lhe autorizei falar” Fato é que se persistir nessa toada, logo, deverá ser representado no Conselho de Ética da Casa que também precisa demonstrar mais caráter. Razões não estão faltando!
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Teto baixo ou teto ALTO?

EMDUR e seus números, que se confirmados ...

Agricultor que faz a diferença

Multas de trânsito aumentaram em 88% arrecadação ao município

Comentário do escritor toledano, Bruno Marcos Radunz em uma roda de amigos:

Toledo está perdendo empresas

R$ 3,5 trilhões orçado para 2018, R$ 68 milhões é o que ficará em investimentos. Aonde vai o restant

Hospital Regional - Audiência Pública ou apresentação pré eleição???

IPTU será engavetado?I

Vereador “ZÓIO” caiu no conto do vigário?

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)