Gente X Poder

“Lambanças lá e cá”

| 04/12/2017 - 18:30

Está comprovado mais do que nunca o grande despreparo político e de gestão administrativa dos que estão no mando do executivo e no legislativo de Toledo. Em janeiro, dia 06, publicamos um editorial que mostrou uma série de erros e equívocos que expôs negativamente a capacidade técnica das novas assessorias jurídicas da Prefeitura de Toledo e da câmara municipal. Na primeira semanada da administração o setor jurídico que ampara o prefeito Lucio de Marchi, protagonizou uma verdadeira ‘lambança’ no Paço Municipal. As consequências tiveram ampla repercussão. Teve de tudo.
“Lambanças lá e cá” I
Primeiro o recuo do prefeito pela nomeação de um secretário que seria fiscal de si mesmo. Segundo, a secretária bi-nomeada. Isso mesmo. A mesma secretaria teve duas nomeações em dias diferentes. Protagonista de uma constrangedora situação a secretária de Educação, Janice Salvador que naquele momento foi à maior vítima da falta de preparo do jurídico municipal tanto lá, quanto cá. Terceiro a nomeação de um cidadão (até que ele é esforçado) sem a formação mínima exigida para a função que o designaram. Nomeação do filho de um empresário do setor de construção civil, para o cargo de fiscal de obras de responsabilidade do pai.
“Lambanças lá e cá” II
Para encerrar o ano de 2017, das “lambanças”; o poder executivo manda à câmara municipal de Toledo dois projetos extremamente polêmicos e que necessitaria de tempo para estudo. O primeiro é sobre o FAPES, onde prevê o uso do dinheiro do fundo de aposentadoria para pagar as contas do Município e o segundo (176/17) que prevê um novo escalonamento de valores das plantas, que nem entre “eles” (os vereadores que apóiam o prefeito), se entendem a ponto de enviarem duas propostas á câmara.
“Lambanças lá e cá” III
Lá pelo lado do legislativo municipal de Toledo, o despreparo continua nos mesmos moldes. Vereadores com limites de conhecimentos, à começar pelo regimental e que ficam desamparados pelas assessorias técnicas e jurídicas (que ganham bem e preferem Prevaricar) e na hora em que eles mais precisam, até naquelas ações dos que se julgam “donos da câmara” como, por exemplo, aquele edil que tentou impor o requerimento 11 e levou uma entre outras tantas raquetadas (recomendações) do MP. Títulos à Ricardo Barros, Beto Richa não reconhecidos entre tantas outras que poderia enumerar, mas creio que já é bem conhecido.
“Lambanças lá e cá” IV
A técnica usada pela Secretaria de Habitação e Urbanismo de Toledo em resposta ao Requerimento n° 129/2017, elaborado pelo Vereador Antonio Zóio, que pedia claramente que ele requeria cópias das fichas de inscrição de cada uma das moradias entregues pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”. E assim respondida pela secretária: “Devido ao grande número de papéis e em respeito ao meio ambiente, (...).” Claro que foi uma justificativa utilizada pela Secretária, que não poderia prevalecer sobre a prerrogativa de fiscalização que esta Casa de Leis possui.” Pois ela, poderia sim ter enviada por e-mail através da digitalização, preservando, então, o meio ambiente. Como não fez, o MP deu 20 dias para que a mesma envia as tais cópias das fichas das pessoas inscritas no programa Minha Casa Minha Vida.
Dalto soberbo
O vereador Dalto Sperafico, não foi grosso, nem direto. Foi soberbo, perguntando a plateia, sê algum dos presentes votou nele. Claro que ouviu um sonoro não. “Mas, respondeu “subliminarmente”, então não tenho que dar satisfação a vocês”. Aí, ele me fez lembrar da frase de um ex-presidente americano Theodoro Roosevelt: “um voto é como um rifle: sua utilidade depende do caráter de quem usa”.
Repercussão
Os pronunciamentos dos cidadãos de Toledo, publicados pela Gazeta Digital na sexta feira por ocasião da audiência pública, que tratou do aumento do IPTU, teve uma repercussão estrondosa nas redes sociais do jornal Gazeta de Toledo- Twitter, Fanpage e Site, atingindo cerca de 38% dos habitantes do município que (visualizaram). Para endossar o citado, apenas a postagem do empresário e presidente do COMDET, Cesar de Césaro ultrapassou 42 mil alcances e se somando aos demais vereadores e cidadãos os números fecharam no domingo com cerca de 56 mil alcances.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Lambanças lá, cá e agora acolá ( “os trapalhões” )

Antes questionada, hoje apagada!

Osmar Dias nessa 5ª feira em Toledo

Despreparados e acuados I

“Lambanças lá e cá”

Vereadores fujões e desumanos - IPTU

Mais Destaques
"Poder-É a capacidade de arbitrariamente, agir e mandar, exercer a autoridade, a soberania, o império dos grupos que se formam visando o poder, o monopólio. Quanto maior a dependência de A em relação a B, maior o poder de B em relação A. Desconhecido"
(Desconhecido)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)