Cidade

Sindicato e BRF iniciam neste mês negociações sobre o reajuste

| 13/11/2017 - 20:10

Sindicato e BRF iniciam neste mês negociações sobre o reajuste

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Toledo e Região, que representa na sua base 13.000 trabalhadores e destes mais de 6.000 na unidade frigorífica de Toledo da Brasil Foods – BRF - e a empresa, marcaram para os dias 20 e 21 de novembro (segunda e terça-feira) com local a ser definido, as primeiras reuniões para iniciar as tratativas de renovação do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018 que visa o reajuste da categoria.
Em Assembleia no mês de setembro, os trabalhadores aprovaram a pauta reivindicando a correção da inflação do período (novembro e novembro) e mais 5% de ganho real, totalizando 7,15% e ainda outros benefícios. O reajuste pretendido pela categoria, de acordo com o presidente do Sindicato João Moacir Lopes Belino, também contempla todas as faixas de salários sem excluir nenhum trabalhador.
“Assim como os trabalhadores do setor, o Sindicato entende que o reajuste pretendido é razoável tendo em vista a difícil situação que o país atravessa com a frequente perda de direitos com Reforma Trabalhista”, explica o presidente.
João Moacir explica também que o Sindicato tem negociado bons reajustes com indústrias de menor porte (veja box abaixo) e esse fator pode ajudar nas negociações com a BRF.
“Vejo com bons olhos essas negociações visto que o trabalhador aguarda com a expectativa que a empresa reconheça seus esforços atendendo a pauta de reivindicações. Mas reforço que é preciso que o trabalhador seja mais participativo nas ações sindicais para que tenhamos força nas negociações”, reforça.
Além do reajuste linear, também consta na pauta de reivindicações, aumento de R$ 200,00 para R$ 280,00 no vale alimentação, manutenção da cesta de produtos, aumento no auxílio material escolar de R$ 90,00 para R$ 250,00 e manutenção das demais cláusulas do acordo vigente.
Veja abaixo os acordos já firmados pelo Sindicato da Alimentação neste ano.
BEBIDA
INAB – Indústria Nacional de Bebidas (Cervejaria Colônia)
Reajuste: 4% linear
Ganho real: 2%
Ajuda alimentação: De R$ 220,00 para R$ 230,00
Material escolar: De R$ 220,00 para R$ 225,00
Pisos Contratação (R$ 1.226,19) Efetivação - após 90 dias (R$ 1.343,06)
ALIMENTAÇÃO
Kital Alimentos
INPC: 1,71%
Reajuste: 4% linear
Ganho real: 2,29%
Auxílio alimentação: de R$ 165,00 para R$ 190,00
Adipró – Ingredientes Alimentícios Ltda.
INPC: 1,71%
Reajuste: 4% linear
Ganho real: 2,29%
Auxílio Alimentação: De R$ 165,00 para R$ 200,00
Tilápia Brazilian Indústria e Comércio de Peixes
INPC: 1,73%
Reajuste: 4,5%
Ganho real: 2,77%
Auxílio Alimentação: De R$ 165,00 para R$ 200,00
Pisos: Contratação (R$ 1.314,40) – Efetivação (1.372,00)
RAÇÃO
Algomix Agroindustrial Ltda.
INPC: 1,71%
Reajuste: 4% linear
Ganho real: 2,29%
Auxílio Alimentação: de R$ 165,00 para R$ 190,00
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Governo construirá cinco restaurantes populares no Interior, inclusive mais um em Toledo

Indústrias melhoram performance e ampliam participação no mercado

Sebrae e parlamentares querem derrubar veto ao Refis de micro e pequena empresa

Parque do Povo, uma opção de lazer ao ar livre

Saúde licita quase R$ 8 milhões para aquisição de medicamentos e materiais hospitalares

MTE emitiu quase 5 milhões de carteiras de trabalho em 2017

Operação Quadro Negro: TCE quer ressarcimento de devolução à União

Últimos casos autóctones de febre amarela no Paraná foram em 2008

Projeto de geração compartilhada de energia tem início em Toledo

Veto ao refis para micro e pequenos pode excluir empresas do Simples

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)