Cultura

Poetisa de Toledo se dedica à academia e faz planos para publicação de livro

| 03/11/2017 - 20:50

Poetisa de Toledo se dedica à academia e faz planos para publicação de livro

Antes que a semana termine, é bom ressaltarmos que nos últimos dias nosso calendário reverenciou um dos maiores poetas brasileiros, Carlos Drummond de Andrade. Graças à contribuição que deu às letras, o poeta e sua obra estão imortalizados na literatura brasileira.
Foi no trigésimo primeiro dia do mês de outubro, do longínquo ano de 1902, que nasceu no interior de Minas Gerais, no distrito de Itabira do Mato Dentro, pertencente a Caeté (hoje município emancipado chamado Itabira), aquele que se tornaria um dos principais nomes da segunda geração do Modernismo brasileiro. Em homenagem ao nascimento de Drummond, a data de 31 de outubro foi escolhida para celebrar o Dia Nacional da Poesia, comemorada na última terça-feira. A data, além de homenagear os poetas em geral, também serve para lembrar da riqueza e importância cultural que a arte poética representa.
Em virtude da ocasião, não poderíamos nos furtar do tema e por isso iremos hoje, em nossa página da Cultura, agraciar os leitores com novas referências poéticas. Vamos hoje conhecer um pouco mais da obra de uma poetisa de nossa cidade, Tatiana Tonet, cujo poema “É assim que eu te vejo!” foi publicado em nossa edição do dia 01 de novembro. Ela é mais uma pessoa que, em Toledo, utiliza seu talento para sensibilizar e tocar aqueles que se abrem às artes, em especial à literatura.
Graduada em Secretariado Executivo Bilíngue, pelo Campus de Toledo da UNIOESTE – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, e em Letras com ênfase em Português e Inglês, pelo Campus de Marechal Cândido Rondon da mesma instituição de ensino, Tatiana tem avançado em seus estudos, dedicando-se paralelamente à poesia. Em contato com a redação da Gazeta de Toledo ela contou que já escreveu mais de cem poemas, o que nos permite observar sua paixão pela literatura. Entretanto, apesar da produção de sua obra estar em ascensão, a dedicação aos estudos prossegue e, após concluir a Especialização em Gestão Empresarial, Tatiana está cursando Mestrado, pelo Campus de Cascavel da UNIOESTE, na área de Linguagem Literária e Interfaces Sociais: Estudos Comparados e Literatura. Depois de apresentar e defender sua dissertação de Mestrado, no ano que vem, ela pretende lançar o primeiro livro de sua carreira literária.
Outra atividade acadêmica da qual participa, como colaboradora, é o Projeto de Extensão “Estudos das teorias contemporâneas de análise literária”, vinculado ao Programa de Ensino de Literatura e Cultura da UNIOESTE. Apesar do vínculo acadêmico que possui com a Universidade na qual se graduou, a literata atua em outra instituição de ensino superior, a UTFPR. No Campus de Toledo da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Tatiana Tonet é Coordenadora do Hotel Tecnológico, projeto de empreendedorismo da instituição, onde as idéias de negócios ficam pré-incubadas.
Concomitantemente às atividades profissionais e à carreira acadêmica, a poetisa vem ao longo dos últimos anos publicando seus escritos em um blog especializado. O “Recanto da Letras” tem sido o canal entre sua produção e os leitores que a apreciam. Os milhares de acesso que sua obra possui, no endereço www.recantodasletras.com.br, demonstram que a publicação de seu livro será um sucesso.
Nada como encerrar a semana que assinala o Dia Nacional da Poesia, com a beleza das palavras de Tatiana Tonet.
Fernando Baldi Braga
SEREI SEMPRE EU, NINGUÉM MAIS, NINGUÉM MENOS...
Serei sempre eu, ninguém mais, ninguém menos...
Serei aquela que sonha com um mundo cheio de boas oportunidades,
onde há pessoas boas...
E quando não forem, é porque se perderam no caminho e em suas próprias tragédias.
Serei aquela que chora ao ler um livro, no qual o destino se mostra triste.
Aquela que nunca desiste, por mais que o ambiente se mostre adverso...
Obstinada com seus próprios sonhos e pensamentos...
Intensa como os rios profundos e o vento no deserto.
Serei sempre eu...
Sempre viverei pelo amor, e não pela dor.
Acreditando sempre,
Chorando sempre,
amando e vivendo sempre...
Sem máscaras, sem sorrisos torpes, sem amores e olhares falsos; sem hipocrisia.
Sempre eu...
Cheirando as flores na primavera,
sofrendo com o abençoado frio do inverno,
bronzeando-se com o magnífico sol do verão e, sempre,
acreditando que as folhas do outono caem com um único propósito: é para fazer-nos perceber que a vida é
efêmera e que somos, simplesmente, uma parte do todo.
Serei sempre eu, ninguém mais, ninguém menos...
Tatiana Tonet
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Para quem é fã de série: alguns destinos inspirados em cenários de super produções

Feira em Cascavel agrega cultura, economia e lazer

AMOP lança projeto cultural para 54 cidades da região

Há 89 anos nascia um dos maiores humoristas latino-americanos

CEJUs ofertam cursos de cultura e de outras áreas

Toledo se prepara para receber “II Ecofeira”

Cooarte promove curso de artesanato na próxima semana

Músico de Toledo lança disco em Nova Iorque

Escritora Hilda Hilst será homenageada na FLIP

“5E” realiza audição para selecionar novos dançarinos

Mais Destaques
"ultrapassamos os 13 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)