Cidade

Toledo representa 0,39% da produção agro brasileira

| 12/10/2017 - 09:00

Toledo representa 0,39% da produção agro brasileira

Toledo representa 0,39% da produção agro brasileira
Os números da produção agropecuária de Toledo se destacam no cenário nacional ao chegarmos próximo dos R$ 2,2 bilhões do VBP. Para Silva Welp, presidente da Sociedade Rural de Toledo, que está a frente da maior feira agropecuária do Oeste, esses números são altamente positivos e animadores. A produção de Toledo representou um crescimento nesse ano de 2,36 %, contra 1,7% de total do estado. Para consolidar nossos números, verificamos que todo esse crescimento e trabalho de nossos produtores e agros, contribuiu 0,39% de toda a produção nacional, diante de um universo de mais de 5 mil municípios, ou seja, quase ½ % da produção agro brasileira. Um dos aspectos relevante no resultado do VBP no Brasil, foi o ganho de produtividade, cujo aumento médio chegou a 22,3% e que projetam para a próxima safra os números entre 237 e 240 milhões de toneladas de grãos desses, a agropecuária esta esperando um crescimento de 4,3%, afirmou Dr. Silva Welp.
Os números da produção nacional
De acordo com o Mapa, as 20 principais lavouras apresentam aumento real de 9,8% e a pecuária, um recuo de 6%. O valor das lavouras é de R$ 367,6 bilhões. Milho e soja representam 44,7% do valor das lavouras. A pecuária é estimada em R$ 168,4 bilhões. No desempenho das lavouras, verifica-se que o aumento da quantidade produzida é o principal fator determinante para o resultado favorável neste ano. A elevação de preços tem papel menos relevante. Destacam-se o algodão herbáceo, com aumento de 72,5% no VBP; amendoim, 36%; arroz, 9,6%; cana de açúcar, 46,8%; laranja, 12,4%; mandioca, 76,9%; milho, 20,7%, pimenta do reino, 7,7%; tomate, 11,1%; e uva, 50,9%. Na pecuária, os destaques são suínos e leite. Apresentaram recuo no valor da produção a banana (-19,4%), batata-inglesa (-53,2%), cacau (-17,7%), café (-12,2%), cebola (-39,3%), feijão (-16,5%), trigo (-28,1%) e maçã (-19,7%). A redução dos preços desses produtos e o amento da oferta em geral têm sido decisivos para o baixo crescimento da inflação neste ano. Segundo o Mapa, os dados de VBP regional mostram que São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul são os estados com maior nível de faturamento, representando 54,7% do VBP total. As regiões Sul e Centro-Oeste são responsáveis pela maior parte do valor bruto, seguidas pelo Sudeste, Nordeste e Norte. Os resultados favoráveis deste ano possibilitaram a recuperação de alguns estados como Piauí, Bahia e Maranhão que no ano passado tiveram fortes perdas econômicas por problemas de seca especialmente.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Projeto Pedrinho Furlan ganha novos uniformes

Oportunidade para empresários

Caged: setor de serviços impulsiona geração de empregos

Saúde convoca população para se vacinar contra a gripe

Seleção de estagiário do curso de direito

Projeto Mini Arena começa ser montado em Toledo

Secretaria de Segurança e Trânsito mudará de endereço

Acit Estágios orienta estudantes do Jardim Porto Alegre

SerToledo realiza assembleia histórica

Madrugada e manhã gelada em Toledo

Mais Destaques

Cultura

Oficina de Escrita Criativa

"ultrapassamos os 14 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)