AgroGazeta

Trigo entra em etapa de definição no Uruguai

| 09/10/2017 - 21:40

Os cultivos de trigo entram em etapa de definição no Uruguai. Mesmo que o potencial de rendimento tenha sido diminuído pelo excesso de chuvas, há uma expectativa sobre o desempenho dos cultivos em sua fase final, inclusive no que diz respeito à qualidade.
A especialista Carolina Silveyra, integrante da equipe técnica da Calmer, disse que o trigo vem suportando os excessos hídricos mais do que a cevada. A cultura, entretanto, necessita de mais dias de sol, ao mesmo tempo em que são feitas importantes aplicações de ureias. “Temos que ter quantas dessas aplicações foram efetivas por conta do excesso de chuvas. Os dias aptos para entrar nas lavouras são poucos” disse Silveyra.
Na zona de influência da especialista, a maioria dos cultivos se encontram em fase de espigamento. “Acredito que estamos com um potencial menor do que o das últimas safras, mas não tão comprometido quanto na cevada. Vai depender dos próximos 15 dias”, disse.
No Norte do país, Martín Córdoba, técnico da Calsal, disse que foram aplicados fungicidas diante alguns casos de ferrugem, mas em geral os cultivos vêm bem, com um bom potencial, sem danos por conta das chuvas. Fonte: Grupo Trigo
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Farelo de soja do Brasil tem preços melhores no mercado internacional

Importações de fertilizantes pelo Brasil caem 25% em janeiro, diz Anda

Com Índia como principal mercado, Paraguai aumentou exportação de óleo de soja em 8,3%

Temer fala em avanços, um dia depois de desistir da reforma da Previdência

Sicredi bate recordes no Show Rural Coopavel 2018

Coamo tem receita global de R$ 11,07 Bi e distribui R$318 mi em sobras aos seus mais de 28 mil assoc

Chuva pode afetar colheita da soja na maior parte do Brasil

Plataforma otimiza uso de recursos hídricos em bacias hidrográficas

Demanda interna fraca e queda nas exportações de carne suína

Produtores de milho estão com um olho no silo e outro na safrinha

Mais Destaques

Gente X Poder

Teto baixo ou teto ALTO?

Regional

Projeto-piloto da Caciopar dá novo impulso a SPCs de cidades do Oeste

Esporte

ABATOL recebeu cartão Passe Atleta

Cidade

Núcleo de Gastronomia se prepara para renovar selo de qualidade

Economia

Mais de mil contribuintes que aderiram ao Novo Refis estão irregulares

Variedades e Gente

Ação Social promove Almoço Italiano

Geral

Cresce abertura de novas empresas no Brasil

Política

Brasil cai 17 posições em ranking global de corrupção

"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)