Variedades e Gente

Banco Santander promove exposição e gera polêmica

| 12/09/2017 - 21:50

Banco Santander promove exposição e gera polêmica

O centro cultural Santander Cultural, mantido pelo Banco Santander, trouxe para o Brasil a exposição “Queermuseu” com cerca de 270 obras assinadas por 85 artistas LGBT. Teoricamente a mostra busca promover a diversidade, mas não foi exatamente isso o que se viu por lá. Na verdade a exposição foi alvo de muitas críticas, e a repercussão negativa fez com que o banco fechasse a mostra antes do programado.
Mas o que fez com que a mostra tivesse essa repercussão tão negativa?
Imagine se você fosse visitar uma exposição com a temática “diversidade” e desse de cara com pinturas promovendo a pedofilia, zoofilia, sexualização precoce de crianças, pornografia e de quebra pinturas e objetos que profanam a fé cristã... Imaginou? Pois é! Foi exatamente o que as pessoas viram por lá. Foi um festival de horrores, uma verdadeira afronta aos valores de nossa sociedade.
Nota de repúdio
Uma petição online denominada “REPÚDIO À EXPOSIÇÃO BLASFEMA DO SANTANDER CULTURAL” também foi aberta. O texto do repúdio afirma que o evento promoveu o escárnio ao cristianismo, assim como o incentivo à pedofilia e à pornografia, e tudo isso sob o pretexto de “divulgação artística”.
Segunda a nota de pedido de desculpas do Banco Santander diz que: “Quando a arte não é capaz de gerar inclusão e reflexão positiva, perde seu propósito maior, que é elevar a condição humana”. O banco resolveu então encerrar a mostra que ficaria em cartaz até o dia 8 de outubro. A exposição foi viabilizada pela captação de 800 mil reais por meio da Lei Rouanet. Para quem quiser conferir as peças de arte podem conferir no site veja.abril.com.br/blog/.../veja-imagens-da-exposicao-cancelada-pelo-santander-no-rs.
Decoração 2017
Quem acompanha o trend de decór já deve ter percebido a “invasão” das cores naturais tanto na moda quanto na decoração. Além de ser tendência absoluta em 2017, cores como marrom, verde musgo (ou militar), nude, vermelho, palha e cobre, estarão presentes nas vitrines e ambientes nos próximos anos!
Esta tendência se deve à aproximação das pessoas à natureza e aos benefícios da terra, que se refletem na alimentação saudável e sustentável para uma vida mais humanizada e equilibrada.
Seguindo a tendência da “floresta urbana”, selecionamos algumas peças inspiradas nestes tons que estão em alta!

Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Variedades e Gente'

Meditação ganha, enfim, aval científico

A importância de fazer a avaliação física antes de iniciar um programa de exercícios

Cáries: precisamos falar dessa questão de saúde pública

Compostagem doméstica: fácil e sustentável

Equipes de alta performance são diferencial para empresas e empresários

Praias de Cananéia: como aproveitar o verão nesse paraíso ecológico 

Dicas para as tendências outono inverno 2018.

Seu ano não vai ser novo, se você continuar com os velhos pensamentos e atitudes!

SÓ POR HOJE!

Xô Tristeza - Dicas para não começar o ano em depressão

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)