Artigos

A plenitude da lei é o amor

| 08/09/2017 - 21:30

A plenitude da lei é o amor

O capítulo 18 do Evangelho de São Mateus sublinha a vida de comunidade. Na comunhão entre irmãos se manifesta o amor que assume o outro na sua plenitude, com luzes e sombras. Ninguém é perfeito, todos estão em construção. Assim aconteceu com os discípulos de Jesus de todos os tempos. Porque a comunidade se reúne em nome do Pai e do Filho e do Espírito.
A comunidade de Jesus é uma comunidade normal, onde há tensões entre os diversos grupos e problemas de convivência: há irmãos que se julgam superiores aos outros e que querem ocupar os primeiros lugares; há irmãos que tomam atitudes prepotentes e que escandalizam os pobres e os débeis; há irmãos que magoam e ofendem outros membros da comunidade; há irmãos que têm dificuldade em perdoar as falhas e os erros dos outros. O texto nos apresenta um “modelo” de comunidade para os cristãos de todos os tempos: a comunidade de Jesus tem de ser uma família de irmãos e irmãs, que vive em harmonia, que dá atenção aos pequenos e aos débeis, que escuta os apelos e os conselhos do Pai e que vive no amor.
Neste ambiente comunitário, Jesus exorta seus discípulos à prática da correção fraterna que deve ser associada à caridade. A comunidade se destaca por estar reunida ao redor de Jesus, por isso é uma comunidade movida pela fé: “Pois onde há dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”. A correção fraterna nunca será fácil de ser exercida e a sua prática exige que as pessoas vivam uma verdadeira dimensão fraterna, feita de estima, confiança, respeito, afeto sincero e amizade, buscando o mesmo ideal: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmos”.
Reunir-se em nome de Cristo é criar um espaço para viver a vida inteira em torno dele e a partir do seu horizonte. Um espaço espiritual bem definido, não por doutrinas, costumes ou práticas, mas pelo Espírito de Jesus que nos faz viver como ele viveu. Nossas fraquezas e debilidades não devem ser empecilhos para caminhar juntos na direção do amadurecimento de nossa fé. Quando assumimos nossas diferenças como riqueza, com suas alegrias e tristezas, mas unidos pelo mesmo ideal, nos sentimos mais fortes e tolerantes uns com os outros. O amadurecimento da fé é associado ao crescimento humano. Por isso nossa preocupação deveria ser cuidar, consolidar e aprofundar em nossas comunidades e paróquias este espaço dominado por Jesus. A renovação da Igreja começa no coração de dois ou três que se reúnem em nome de Jesus.
Na comunidade cristã somos responsáveis uns pelos outros. Amar alguém é não ficar indiferente quando ele faz mal a si próprio; por isso, amar significa, muitas vezes, corrigir, admoestar, questionar, discordar, interpelar. A atitude de correção fraterna não seja guiada pelo ódio, pela vingança, pelo ciúme, pela inveja, mas seja guiada pelo amor. A lógica de Deus não é a condenação do pecador, mas a sua conversão; e essa lógica devia estar sempre presente, quando nos confrontamos com os irmãos que falharam. É essa dinâmica que constrói comunidades vivas que ajudam na edificação de um espaço onde todos sejam respeitados.
Dom João Carlos Seneme, css
Bispo de Toledo
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Artigos'

Aumenta o número de alunos da Educação  Especial matriculados em escolas regulares

Maior Conclave Leonístico do Sul do Brasil inicia dia 24

Como o Pai me enviou, também eu vos envio. Recebei o Espírito Santo

O equilíbrio fiscal com investimento público é possível? 

Qual é o sonho de cidadãos do bem? Cantar um Hino de Louvor à Pátria amada, fazer loas aos parlament

Um emprego dos sonhos, no mundo das “fantasias”

De médico, marqueteiro e louco, todo mundo tem um pouco

Fake News. Jornais são mais seguros que a Internet.

Como meu Pai me ama, assim também vos amo

Trabalhador e pagador. Desobediência civil ou segurança?

Mais Destaques

Cidade

Acit Estágios orienta estudantes do Jardim Porto Alegre

Cultura

Oficina de Escrita Criativa

"ultrapassamos os 14 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)