Regional

“Institucionalizaram o caixa dois”, critica presidente da Faciap

| 11/08/2017 - 20:50

“Institucionalizaram o caixa dois”, critica presidente da Faciap

O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap), Marco Tadeu Barbosa, considerou absurda a aprovação do chamado distritão, que facilita a reeleição de parlamentares, e de um fundo de campanha que corresponderá a aproximadamente R$ 3,6 bilhões. Deputados da comissão especial da Câmara que discute a reforma política dobraram o valor que estava previsto para o montante de recursos públicos que seria usado ao financiar campanhas.
“Reformas deveriam priorizar o interesse da sociedade”, afirmou Marco Tadeu Barbosa, presidente da Faciap. “A sociedade não suporta mais sofrer as consequências de uma crise econômica instalada no país por nossos governantes e representantes. E apenas eles não são atingidos por ela”.
Segundo Barbosa, a decisão institucionaliza o caixa dois, que vem sendo, finalmente, investigado e denunciado. “E tudo isso, na mesma semana em que o governo anuncia que estuda aumentar arrecadação do imposto de renda e de lucros e dividendos”, lembrou ele.
Marco Tadeu Barbosa criticou ainda a postura dos representantes políticos, com mais uma votação em um horário que impossibilitou qualquer discussão democrática. E exigiu mudanças. “Queremos eleições sérias, íntegras. Queremos representantes que, independente de ideologia, partido, unidade federativa, respeitem como as questões de interesse público são decididas”.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Regional'

Projeto-piloto da Caciopar dá novo impulso a SPCs de cidades do Oeste

Colégio Pio XII recebe R$ 100 mil para melhorias na infraestrutura

Alci Rotta Júnior é o candidato de consenso à presidência da Caciopar

Movimentação planetária na produção rural é tema de curso

Maringá é destaque em Logística Reversa no Paraná

Professores da Rede Municipal participam de formação sobre educação empreendedora

Empresário de Quedas do Iguaçu receberá a comenda Hylo Bresolin

Alvará em Assis vence dia 28 de fevereiro

Inscrição de chapas para eleição expira no dia 19

Após reclamação de cidadão ao TCE, Francisco Beltrão revoga edital de R$ 6,6 milhões

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)