AgroGazeta

Programa de qualificação de viveiristas alavanca produção nacional de mudas de videira

| 10/08/2017 - 21:50

Programa de qualificação de viveiristas alavanca produção nacional de mudas de videira

Ações previstas no Programa Mudas de Qualidade, coordenado pela Embrapa, resultaram em aumento de 22% de vinhedos formados a partir de mudas comerciais desde 2012 quando foi iniciado no Sul do Brasil. No mesmo período, observou-se redução nas importações de mudas em 9%. Além disso, o Cadastro Vitícola registrou pela primeira vez, desde o início dos levantamentos, decréscimo de 13% da produção de mudas na propriedade e do plantio de mudas em pé-franco (quando o produtor não utiliza porta-enxerto e apenas planta a variedade copa retirada das plantas do próprio vinhedo).
Apenas no Rio Grande do Sul, maior estado produtor de uvas, a comercialização dos cinco viveiristas acompanhados pelo programa triplicou desde 2012 e, este ano, eles somaram mais de um milhão de mudas produzidas. “Cabe destacar que a renovação de vinhedos e a formação de novas áreas é um processo lento na fruticultura, porém os dados já apontam uma sensível melhora de indicadores estagnados há anos,” conta Daniel Grohs, engenheiro-agrônomo da Embrapa Uva e Vinho (RS) à frente do Programa Mudas de Qualidade, que reúne instituições públicas e privadas. Ele também ressalta que a redução das importações é um indicador relevante, pois mostra que especialmente o setor vinícola está valorizando a tecnologia nacional.
Isso foi possível graças ao protocolo de produção estabelecido pelo programa que resultou em mudas de qualidade superior. Para apoiar sua adoção, uma ampla rede de transferência foi utilizada para sensibilizar produtores sobre os benefícios do plantio de mudas obtidas nos viveiros credenciados pelo programa. As recomendações técnicas subsidiaram a elaboração de um padrão que está sendo regulamentado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para o setor. O sucesso da estratégia fez aumentar o número de viveiros credenciados, que já são dez no Brasil, e, apenas no Rio Grande do Sul, promoveu aumento de 6% ao ano na comercialização de mudas, desde a implantação do programa.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Concurso seleciona cafés especiais produzidos por mulheres do Norte Pioneiro

Margem apertada, safra 2017/18 de soja pode não pagar custos totais

Coamo e Credicoamo recebem Encontro de Núcleos Cooperativos em Toledo

Mais de 80% da população brasileira habita 0,63% do território nacional

Presidente da Federação de Engenheiros Agrônomos visita Coamo

Safra 2017/18 do Brasil deve cair com clima menos favorável, diz Conab

Embarques semanais de soja dos EUA ficam acima das estimativas

Toledo representa 2,36% de toda a produção do Paraná

Trigo entra em etapa de definição no Uruguai

Guia prático sobre montagem do Irrigador Solar está disponível na internet

Mais Destaques

Artigos

Ausência de grandes empresas na Expo Toledo merece respostas

Cultura

“Curta Toledo” é lançado oficialmente e sorteia temas para os participantes

Regional

Conferência Internacional de Energias Inteligentes começa na quarta-feira (18)

Cidade

Uma avaliação preocupante da Expo Toledo

"Poder-É a capacidade de arbitrariamente, agir e mandar, exercer a autoridade, a soberania, o império dos grupos que se formam visando o poder, o monopólio. Quanto maior a dependência de A em relação a B, maior o poder de B em relação A. Desconhecido"
(Desconhecido)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)