Cultura

Fafá de Belém comemora 61 anos

| 08/08/2017 - 21:30

Fafá de Belém comemora 61 anos

Nascida Maria de Fátima Palha de Figueiredo em Belém (PA) no dia 9 de agosto de 1956, Fafá de Belém é uma cantora, compositora e atriz brasileira. Fafá ganhou reconhecimento nacional quando em 1975 a música “Filho da Bahia”, cantada por ela, foi introduzida na trilha sonora da telenovela Gabriela.
Filha de Joaquim de Figueiredo (Seu Fefê) e de Eneida Palha, que vem de uma família de políticos da região, Fafá pertencia a uma família de classe média alta da capital paraense e desde a infância destacava-se nas reuniões familiares com a voz afinada. Na adolescência já gostava de música e, em parceria com amigos, fez alguns espetáculos em bares e casas noturnas, fugindo de casa para realizar tal fato.
Em 1973 conheceu o baiano Roberto Santana, produtor do grupo Quinteto Violado, que a aconselhou a investir na carreira fonográfica. Incentivada por este, apresentou-se em alguns lugares como Rio de Janeiro, Salvador e em Belém. Nesse mesmo ano, estreou como cantora profissional no musical “Tem muita goma no meu tacacá”, que satirizou o cenário político da época. Em 1975 estourou nas rádios e a música “Filho da Bahia” também originou um videoclipe no programa “Fantástico”. Na mesma época lançou o primeiro compacto, que continha as músicas Naturalmente (de Caetano Veloso e João Donato) e Emoriô (de Gilberto Gil e João Donato). O primeiro disco, “Tamba-Tajá”, foi lançado em 1976 e mostrou um repertório eclético com músicas de raízes nortistas, como os forrós “Haragana” e “Xamego” e o carimbo “Este rio é minha rua”.
O segundo disco, “Água”, de 1977, vendeu mais de 100 mil cópias e consagrou a cantora nacionalmente com sucessos como “Ontem ao luar”, “Raça”, “Sedução”, “Foi assim” e “Pauapixuna”. Em 1979 lançou um de seus maiores sucessos, “Sob medida”, composta por Chico Buarque. A música integrou o repertório de um dos discos considerados melhores em sua carreira, o eclético “Estrela radiante”, onde se alternou entre canções regionais e urbanas.
Fafá de Belém é uma artista consagrada e reconhecida tanto no Brasil como no estrangeiro, em especial, Portugal, onde tem imensa popularidade. Aclamada e querida pelos portugueses, que a consideram um ícone e uma verdadeira embaixadora de música brasileira, chamando-a de “A Cantora Brasileira mais Portuguesa do Brasil”.
Como as cantoras de sua geração, foi fortemente influenciada por cantores consagrados da MPB como Maysa, Roberto Carlos, Cauby Peixoto e os grupos Jovem Guarda e Beatles, ouvindo-os com entusiasmo, além de outros gêneros, como jazz, música clássica, e os grandes ídolos do rádio.
Que nesta quarta-feira Fafá de Belém possa comemorar seus 61 anos com muita saúde. Parabéns!
Fernando Baldi Braga
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Com tinta e imaginação, a pintura expressa a emoção

Daqui um mês apreciadores do Jazz serão surpreendidos em Toledo

“Curta Toledo” é lançado oficialmente e sorteia temas para os participantes

Público assiste, admirado, artista pintando ao vivo no Teatro Municipal

Colégio Dario Vellozo realiza hoje 2º CINE ARTE

Conheça as 10 igrejas católicas que se tornaram atração turística no Brasil

Produção brasileira de filmes está em alta

Festival “Curta Toledo” será lançado no fim de semana

Hoje é o Dia Nacional da Leitura, hábito a ser incentivado e difundido

Foi em 1717 que uma imagem simples e quebrada transformou a fé de um povo até receber o título de Pa

Mais Destaques
"Poder-É a capacidade de arbitrariamente, agir e mandar, exercer a autoridade, a soberania, o império dos grupos que se formam visando o poder, o monopólio. Quanto maior a dependência de A em relação a B, maior o poder de B em relação A. Desconhecido"
(Desconhecido)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)