Artigos

“Ó Senhor, vós sois bom e clemente, sois perdão para quem vos invoca” (Sl 85)

| 21/07/2017 - 21:30

“Ó Senhor, vós sois bom e clemente, sois perdão para quem vos invoca” (Sl 85)

As parábolas de Jesus têm a função de chamar atenção, despertar a curiosidade e convidar o ouvinte a refletir sobre o Reino dos Céus e dar uma resposta. Quem não quer aceitar, se nega a compreender. Pode-se perceber a resistência de uns e a indecisão de outros, enquanto que os discípulos são iniciados no mistério de Deus: à medida que compreendem e aceitam, eles entram no Reino de Deus.
O Evangelho deste domingo nos apresenta três parábolas: o joio (erva daninha venenosa) no meio do trigo, o grão de mostarda e o fermento na massa. Percebe-se na apresentação das parábolas e sua explicação a intenção pastoral de exortar, animar, ensinar e fortalecer a fé dos ouvintes. Cada um de nós é convidada a dar uma resposta.
O tempo de Deus é diferente do nosso: Ele é sobretudo paciente e misericordioso, age movido pelo amor, pelo desejo de que todos reconheçam sua presença e transformem o mundo em espaço de vida abundante onde todos tenham vez e lugar.
A parábola do joio e do trigo nos faz pensar na condição humana de santos e pecadores. Existe dentro de nós um paradoxo, bem e mal, sempre em luta constante. São Paulo conseguiu intuir esta verdade dizendo: “Não faço o bem que quero, mas pratico o mal que não quero” (Rm 7,19). Isso vai exigir de nós cuidado e atenção e, sobretudo, misericórdia. Nossa vontade é extirpar o mal definitivamente e de modo radical em nós e nos outros. Não é tão simples assim! Por isso a parábola chama a atenção para agir com o joio (= mal) com paciência e lucidez porque a colheita final pertence a Deus. Da nossa parte cabe atenção, cuidado e um caminho constante de conversão. De outro lado, devemos estar conscientes que somente Deus pode realizar a obra de purificação e Ele a exerce gradualmente, segundo seu modo de agir. Deixemos que Deus conclua sua obra nos tempos e modos que achar oportuno.
As parábolas do grão de mostarda e do fermento chamam a atenção pelo início e resultado final. O grão de mostarda é uma semente muito pequena, que no entanto pode dar origem a um arbusto de razoáveis dimensões; o fermento apresenta um aspecto insignificante, mas tem a capacidade de fermentar uma grande quantidade de massa. Eles apresentam o contraste entre tamanho e eficácia. Este é o Reino de Deus e da Igreja que nasceu: o ponto de partida foi muito pequeno, doze apóstolos, mas se tornou grande e revolucionou o mundo. A Igreja é um espaço de vida e fé onde muitos encontram abrigo e assumem o Reino de Deus e o tornam presente aqui e agora. “Deus não está no êxito, no poder ou na superioridade. Para descobrir sua presença salvadora, devemos estar atentos ao pequeno, ao comum e cotidiano. A vida não é só aquilo que se vê. É muito mais” (José Antônio Pagola).
O Reino de Deus germina e faz crescer as relações humanas e sociais. Somos convidados a colaborar para que o fermento da compaixão, da misericórdia divina levede toda a massa e torne o mundo melhor. A presença do Espírito nos move a agir em favor da vida, fazendo a boa semente produzir frutos em benefício de toda a humanidade.O Espírito vem em socorro da nossa fraqueza e em Jesus Cristo nos torna pessoas capazes de discernimento, amor e paciência.
Dom João Carlos Seneme, css
Bispo de Toledo
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Artigos'

Brasil rejeita os extremismos: nem Bolsonaro nem Boulos

A paz esteja convosco. Sou Eu mesmo!

Coerência na política econômica

Depois de três anos de austeridade fiscal, nenhum motivo para comemoração

Cúpula das Américas: uma oportunidade perdida

Felizes os que creem sem ter visto!

Com prisão de Lula e restrição do foro, políticos correm para reforçar blindagem

E depois de Lula? Depois dele, que venham também os outros

O Brasil está à beira de um ataque de loucura?

Ou renasce das cinzas ou volta do coma

Mais Destaques

Gente X Poder

Apenas 60% das empresas da feira shopping são de Toledo.

Geral

Conta de luz aumentará com venda da Eletrobrás, dizem especialistas

Regional

São José das Palmeiras comemora 33 anos com festa

Cidade

Marina Elali apresenta-se no Teatro nesta sexta e anuncia desejo de ser mãe

Estado

Mesmo vaga, vice-governadoria consumirá R$ 50 mil por mês em comissionados

Economia

Como declarar conta do banco no Imposto de Renda 2018

Opinião

Mensagem: Ciscopar x Gestão

"ultrapassamos os 13 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo em 3 anos. Aqui sua propaganda, propaga - 45 9.91339499"
(Leitores)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)