Cidade

Operação Arcanjo foi deflagrada na manhã desta quinta-feira

| 18/05/2017 - 20:10

Operação Arcanjo foi deflagrada na manhã desta quinta-feira

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (18), uma operação com o objetivo de desmantelar uma quadrilha que explodiu terminais eletrônicos do Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, em agosto do ano passado.
As investigações começaram após esse episódio. Na ocasião, os assaltantes danificaram os caixas da Caixa Econômica Federal (CEF) e do Banco do Brasil. Com armas longas e de grosso calibre, eles renderam um vigilante e levaram dinheiro dos equipamentos, além de deixar para trás um rastro de destruição. Na fuga, utilizaram diversos miguelitos, artefatos de ferro utilizados para furar pneus das viaturas.
Durante o tempo de apuração dos fatos, foram identificadas diversas pessoas que atuavam diretamente em roubos na região, principalmente, a malotes de empresas, residências e compristas.
Houve participação desses criminosos num roubo a malote destinado a pagar colaboradores que trabalharam na aplicação das provas do Enem em novembro do ano passado. Ao todo, 12 roubos foram elucidados.
Na manhã de hoje, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão, 14 de prisão preventiva e dois de condução coercitiva. Cinco pessoas foram presas durante o decorrer das investigações. Um morreu recentemente em confronto com a Polícia Militar Ambiental (PMA).
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Um péssimo exemplo de gestão,Toledo realmente precisa de socorro!

MP intervém em projeto que rebaixa cargos e salários da EMDUR

Educadores têm até o dia 28 para se inscrever

Horário de verão termina neste fim de semana

Justiça libera área interditada do colégio Estadual Dario Velozzo

Cojem realiza integração de novos conselheiros

Voltam as aulas na rede municipal em Toledo

Emprego no Paraná tem melhor resultado em três anos

Violência é tema central da Campanha da Fraternidade de 2018

Doação de órgãos cresce e bate novos recordes no Paraná

Mais Destaques
"Dirigiu bêbado e foi pego, ANOTE AI: é crime sem fiança! A pena mínima é de CINCO ANOS de reclusão, perde a careteira de motorista definitivamente e essa pena NÃO se pode converter mais em prestação de serviços, ou seja, vai ficar PRESO! "
(Governo Federal)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)