Cidade

Engenheiros e Arquitetos podem paralisar suas atividades no município

| 18/05/2017 - 20:00

Engenheiros e Arquitetos podem paralisar suas atividades no município

Os servidores Engenheiros e Arquitetos estiveram reunidos com a diretoria do SerToledo e alguns vereadores, no auditório do Sindicato, reivindicando melhorias salariais. Para essa reunião, todos os vereadores e vereadoras foram convidados, porém, apenas dois compareceram, Leoclides Bisognin e Albino Corazza.
A reclamação desses servidores é que, eles não recebem o piso salarial da categoria, apesar de cumprirem suas cargas horárias.
Na reunião foi apresentado o relatório de uma pesquisa a qual demonstra que, seus salários são inferiores a de outros municípios da região da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (AMOP). Conforme a pesquisa, Toledo paga o segundo pior salário para estes profissionais, para a carga horária de trabalho de 40h semanais, ficando 56% menor que a média. Um comparativo com o município de Formosa do Oeste, com menos de oito mil habitantes, o piso salarial é de R$ 11.194,04, enquanto Toledo, com mais de 130 mil habitantes, paga-se apenas R$ 3.248,00.
Outro comparativo é com a Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural (Emdur), em Toledo, que é uma empresa mista, ou seja, recebem seus vencimentos também pelo município e os Engenheiros recebem o piso da categoria. Nessa discussão, o SerToledo, apesar de apoiar este movimento, defende que os trabalhadores devem lutar para que haja uma real valorização salarial, e que se garanta o pagamento do piso para categoria.
Na reunião ficou definida a participação da audiência pública sobre o Plano Plurianual-(PPA), no qual será apresentada para a Comissão de Finanças e Orçamento, a sugestão de emenda, que atenda a demanda da categoria. Após isso, acontecerá uma reunião com o prefeito Lúcio de Marchi, agendada para o próximo dia 30. Depois disso, caso não haja nenhum acordo, o Sindicato convocará uma Assembleia com a categoria, para deliberarem sobre uma possível paralisação. O município de Toledo tem hoje em torno de 30 trabalhadores que atuam como engenheiros e arquiteto.
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Alunos e familiares do Florir Toledo aprendem decoupage

Oeste do Paraná soma quatro Escritórios de Compras Públicas

Sindicato da Alimentação e Senac-Toledo discutem parcerias

II West Old Cars reunirá carros antigos em Toledo

Empresários têm que se unir para evitar colapso

SRI quer mais políticas públicas voltadas à inovação no Oeste do Paraná

PARANÁ SE PREPARA PARA REQUERER SUSPENSÃO DA VACINAÇÃO

Prefeitura apoia realização da festa Nacional do Porco

Programa de Preparação à Aposentadoria terá mais duas palestras

COHAPAR e EMATER discutem parcerias de trabalho

Mais Destaques

Esporte

Atletas da Sadia participam de treino controle na Bulgária para o Mundial de Pesaro

Economia

Governo não inclui Itaipu e Eletronuclear na desestatização da Eletrobras

Cultura

Empreendedores culturais recebem atenção dos governos estadual e federal

Geral

Acit estágios e currículos integra evento Pig Data 2017

"O número de acidentes no trânsito de Toledo cresceu 28,5%, no comparativo entre janeiro deste ano e o mesmo período do ano passado, de acordo com dados pela PM (ver gráficos). Toledo está na contra-mão do estado que, reduziu em 23% os números nos mes"
(Redação)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)