Gente X Poder

Jornal Impresso e sua morte

| 11/04/2017 - 00:01

Jornal Impresso e sua morte

Mau intencionado?
O regimento interno da câmara municipal de Toledo, não prevê a retirada de pauta de uma sessão ordinária um pedido de indicação ou requerimentos onde um dos autores não tenha assinado. Sempre se praticou a retirada do nome do co – autor que por motivos esmos não assinou e seguem normalmente, e, o que se justificou, mais parece uma trapalhada para não escrever outra palavra esdrúxula. Claro que isso é só para os vereadores de oposição, que fique bem claro. Mas, para a atual gestão do Legislativo é um motivador para poder protelar, ocultar e até, engavetar. Creio que o MP vai ter muito trabalho esse ano.
Escola do Legislativo
Pela primeira vez, o Legislativo de Toledo através de sua presidência, resolveu qualificar e atualizar os edis e demais servidores. Com certeza uma bela iniciativa por parte da presidência e da escola do Legislativo que tem na sua direção, Celestino de Oliveira Brito, em convocar todos para o dia 28 desse mês, para o curso que vai focar o “PPA - Plano Plurianual, sob a ótica do Legislativo”, que em breve chegará ao Legislativo e todos terão que estar afinados para poderem aprovar de forma mais técnica. Luiz Gilberto Birk, professor em ciências econômicas da Unioeste que já atua há mais de 30 anos como servidor público, profundo conhecedor será o responsável pela temática.
Jornal Impresso e sua morte
Esta Gazeta de Toledo, depois de várias pesquisas e estudos tomou a decisão de não mais imprimir suas edições ainda no mês de setembro de 2016. Uma decisão com embasamento técnico e comercial a começar com aqueles que investem em propaganda na mídia jornal e principalmente com nossos assinantes, que democraticamente essa decisão fosse a melhor para todos. Os motivadores dessa migração para o sistema digital são inúmeros, mas, a cada dia que se passava, a preferência pela leitura dos jornais no sistema móbile se tornou mundialmente hábito, ficando assim o impresso como um volume esquecido nas portas e caixas de correios.
Jornal Impresso e sua morte I
Nossa história, já em termos de tecnologias é de pioneirismo, pois em 95 éramos dotados de escâneres, câmeras digitais com disquetes e computadores de última geração, além de um posicionamento voltado a essa aceleração nas informações e na nossa região. Vários diários já estão atuando somente nos sistema online, para confirmar que estávamos certos nessas decisões de sermos jornal digital, a notícia mais importante da mídia brasileira nos últimos tempos aconteceu na quinta-feira, quando a Gazeta do Povo de nossa capital, anunciou a decisão de encerrar sua edição impressa, a partir de julho deste ano.
Jornal Impresso e sua morte II
Uma decisão óbvia, do ponto de vista econômico, uma vez que praticamente todos os brasileiros que hoje se informam e consomem informações por meio de dispositivos móveis, como smartphones e tablets, ou computadores. Sem a edição impressa, a Gazeta do Povo elimina custos industriais, com sua gráfica, e de distribuição dos jornais para bancas e assinantes. Na outra ponta, os consumidores também se beneficiam.
Jornal Impresso e sua morte III
No mundo digital, os leitores têm acesso a informações instantâneas, que também podem ser imediatamente comentadas e compartilhadas. Embora faça todo o sentido econômico, a Gazeta do Povo relutou em tomar essa decisão porque a morte dos impressos traz também riscos gigantescos para os jornais tradicionais, que tentam se manter, a partir do papel. O Brasil tem mais de 200 milhões de habitantes e 35% a mais de celulares, isso confirma que a preferência de leitores e investidores nas mídias jornais, preferem hoje o sistema digital.
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Cautelar suspende licitação de publicidade de Toledo

Projeto de Lei suspeito?

Elogios e reclamações - educação

O fim das zonas Pois é, a portaria 207/2017 do TSE, determinou aos Tribunais Regionais Eleitorais,

Medalha do Mérito Industrial

Teatro de Toledo quase interditado?

Vergonha de ser honesto

Contraste e desrespeito

Enfurecidos...

Esse jornal não vai se calar

Mais Destaques
"Não é preciso ir longe para assistir exemplos de que a sociedade anda com vários problemas. Ligue a TV, assista ao telejornal e preste atenção nas matérias divulgadas. "
(Ana Regina Caminha Braga)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)