Automóveis

Mercedes-Benz Classe C: uma história de sucesso mundial

| 17/01/2016 - 00:01

Excelência gera entusiasmo: desde sua origem, o Mercedes-Benz Classe C vem registrando alta satisfação por parte de seus compradores por sua performance, confiabilidade e qualidade. Ícone de mercado, o Classe C é o modelo mais vendido da marca em todo o mundo, posto que deve continuar mantendo com o lançamento de sua nova geração.
No ano passado, mais de 303 mil unidades do Classe C foram comercializados internacionalmente, número extremamente significativo, pois o mercado aguardava a apresentação de sua nova geração no Salão de Detroit, Estados Unidos, em janeiro de 2014. Desde o lançamento da geração anterior do Classe C, em 2007, mais de 2,2 milhões de unidades foram entregues aos consumidores.
Mantendo a arquitetura dos sedãs clássicos da Mercedes-Benz, o novo Classe C ganhou linhas agressivas e mais esportividade, o que deverá atrair uma gama maior de clientes. As características estéticas e tecnológicas agregadas ao novo modelo, provindas da Classe E e da Classe S, devem atrair ainda mais o cliente aspiracional, fã da marca, que encara o Classe C como porta de entrada para o mundo dos sedãs premium.
Em breve, ‘made in Brazil’
No Brasil, desde o lançamento da última geração em 2007, as vendas do Classe C superaram 25 mil unidades, reforçando o sucesso do modelo. O recorde histórico de comercialização do Classe C no país ocorreu em 2011, com 6.724 veículos vendidos.
O crescimento do mercado brasileiro de automóveis premium fica evidente no resultado de vendas do primeiro semestre deste ano, no qual a Mercedes-Benz vendeu 15% mais automóveis do que no mesmo período de 2013. O lançamento do novo Classe C irá alavancar ainda mais os números, aumentando a participação da marca no segmento.
Como no restante do mundo, o Classe C também é o campeão de vendas no Brasil entre os automóveis da Mercedes-Benz. “O Classe C é um dos ícones da marca no mercado de automóveis premium, além de ser nosso líder de vendas. Esses foram fatores determinantes na decisão de iniciar as operações em nossa fábrica de Iracemápolis com a produção desse modelo a partir de 2016”, afirma Dimitris Psillakis, diretor geral de Automóveis da Mercedes-Benz do Brasil.
O Brasil será o quinto local de produção do Classe C, que atualmente já é produzido em Bremen, na Alemanha; East London, na África do Sul; Tuscaloosa, nos Estados Unidos e Beijing, na China.
Uma longa história de inovação: 1982-2014
A trajetória de sucesso do Classe C começou em 1982, com o lançamento dos modelos 190 e 190E da série W 201. Desde então, o Classe C tem estabelecido constantemente novos parâmetros em tecnologia, design e esportividade no segmento dos modelos premium de médio porte. As raízes dessa história, porém, são bem anteriores: desde as décadas de 1920, 1930 e 1950, a Mercedes-Benz estudava opções de veículos nessa categoria.
A decisão de produzir o 190 e o 190E foi tomada em 1974, abrindo um novo segmento para a Mercedes-Benz e influenciando enormemente as suas vendas desde o lançamento dos dois antecessores do Classe C, em 1982. A série de modelos W 201 foi seguida por três gerações marcadas pela inovação, a W 202 (1993 a 2000), W 203 (2000 a 2007) e W 204 (2007 a 2013). A nova geração do Classe C (série W 205) dará continuidade a esta linhagem no futuro.
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Automóveis'

Governo do Paraná vai propor lei de combate às fraudes em combustíveis

Mais Destaques

Gente X Poder

Toledo atinge 95% do limite prudencial

Esporte

Assis Chateaubriand encerra regional com saldo positivo

Geral

Humanidade já gerou 8,3 bilhões de toneladas de plástico

Cultura

Maior Caminhada na Natureza do Brasil tem 4,8 mil participantes

Moda

Thais Pontes

Cidade

Mulheres empresárias e executivas fazem visita técnica

Economia

Prévia indica deflação de 0,18%, a menor taxa em quase 20 anos

AgroGazeta

Veterinários recebem treinamento sobre alimentação de bovinos

"O número de acidentes no trânsito de Toledo cresceu 28,5%, no comparativo entre janeiro deste ano e o mesmo período do ano passado, de acordo com dados pela PM (ver gráficos). Toledo está na contra-mão do estado que, reduziu em 23% os números nos mes"
(Redação)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)